Concurso de Oratória do Curso Direito da Faceca mostra talentos dos alunos

Dia 15 de maio aconteceu a final da nona edição do “Concurso de Oratória”.  As apresentações ocorreram nos dias 13, 14 e 15,  no Teatro Mestrinho. Trinta alunos concorreram ao prêmio de melhor orador, conferido aos três melhores colocados.
No encerramento, o Coral “Raízes do Futuro”, formado por detentos do Presídio de Varginha, sob regência do Professor Elias de Brito Pereira, apresentou números musicais que emocionaram a plateia.

O júri, formado pelos advogados  Dra. Cristina Carvalho ;Dra. Eliane Andrade Costa de Miranda; Dr. Gustavo Martins da Silva; Dra. Josie Pereira de Freitas Oliveira  e Dr. Thiago Sales e Silva – Delegado Polícia Civil, avaliou os seguintes quesitos: conteúdo do tema, segurança do orador, linguagem corporal, correção gramatical, persuasão do público e cumprimento do tempo de fala. O evento foi mais uma vez patrocinado pela Central Jóias e Relógios. O vencedor ganhou 50 pontos em todas as disciplinas do semestre e uma barra de ouro de 10g.

O aluno do primeiro período,  André Luiz Cintra Carneiro, médico, que falou sobre Violência contra Mulher, foi o vencedor do concurso. “A atividade foi excelente e muito bem organizada. É um projeto agregador, que coloca os alunos dos diferentes períodos no mesmo patamar. Concorremos de igual para igual”, relatou André. Maria Luiza Monteiro Martins, ficou em segundo lugar, e falou sobre Influência de Bancadas Religiosas no Estado Laico. União Homoafetiva foi o tema apresentado pela aluna Marlene Bertoldo Praxedes, que ficou em terceiro lugar.

Curso de Oratória

Todos precisam falar bem para apresentar um projeto, vender uma idéia, defender as qualidades de um produto, participar de uma reunião. A Faculdade Cenecista de Varginha – Faceca, preocupada com a preparação dos alunos para o mercado de trabalho, oferece o Curso de Oratória, uma vez ao ano e os acadêmicos inscritos apresentam-se em noites solenes no Teatro Mestrinho. A atividade é orientada pelo Coordenador do Curso, Prof. Msc. Joaquim Crepaldi e pelo  Prof. Msc.  Juliano Vitor de Miranda.